Dicas de aplicativos para iPad

Talking Gina

Quero destacar aqui alguns aplicativos (apps) que não são tão falados, mas que servem, e muito, para um trabalho pedagógico com crianças. 
Hoje decidi escrever especialmente sobre o Talking Gina. Um app free na Apple Store. Trata-se de um aplicativo de uma girafinha extremamente simpática, a Gina. Ela repete tudo o que você fala, com possibilidade de gravar e de postar diretamente no YouTube. É preciso cuidar dela alimentando-a e fazendo carinho!! 😉


Talking Gina

Entre as diferentes interações que se pode ter com a Gina, destaco o jogo de mãos (aqueles que jogávamos quando éramos crianças). No jogo, você deve acertar as mãozinhas (e depois os pezinhos) da girafa de forma correta, trabalhando ritmo de uma forma super interessante e dinâmica. Imagino uma atividade de sala de aula: primeiro jogar o jogo das mãos com a Gina (girafinha) e depois reproduzir os movimentos com os colegas de sala, trabalhando a interação com a tecnologia e depois com os colegas, sendo uma atividade rica e bastante interessante para as crianças.
Anúncios

Mais reflexões sobre as novas gerações…

     Escrevi no post de 29 de novembro sobre as novas gerações. Principalmente sobre a importância do compartilhamento. Hoje queria mostrar um exemplo concreto da possibilidade de diferentes gerações conviverem muito bem (no ambiente escolar). 
     Meu amigo Guilherme, autor do iPodSchool, escreveu recentemente uma introdução ao meu texto “Vantagens do uso do iPad como ferramenta pedagógica”. Na perspectiva de aluno (está concluindo o Ensino Médio), ele escreve de forma muito adequada sobre a necessidade dos estudantes mostrarem responsabilidade em relação ao uso das novas tecnologias, em especial o iPad. Na opinião dele, deveriam ser os próprios estudantes os principais interessados e responsáveis a convencer os seus educadores da importância do uso dessa forte ferramenta e que o iGadgets não são apenas brinquedos.           Assim como o Guilherme fez um apelo aos estudantes, faço aqui também um convite aos professores. Um convite para que cada educador possa ouvir o que os alunos tem a dizer. Eles tem muito a nos ensinar e nós (professores/adultos) a eles, em relação ao uso da tecnologia. A grande sacada é criar uma relação de respeito mútuo. Eles sabem muito sobre os dispositivos e nós podemos trabalhar com eles sobre a importância da crítica aos conteúdos que não são adequados. Eles precisam estar preparados para fazer boas escolhas e nós podemos contribuir (e muito) para esta formação.          O Guilherme escreveu no final de seu texto que “é bom saber que existem adultos que usam de nossas armas com responsabilidade e buscando produtividade.” E nós também podemos dizer a eles: é muito bom conviver com adolescentes e jovens inteligentes que produzem um conteúdo rico quando são desafiados.                     É isso que queremos, é isso que sonhamos… a criação de uma relação rica, interessante e de crescimento para os dois lados…                     Guilherme Freitas, 16 anos, recebeu como herança de seu pai o amor incondicional à empresa de Tio Jobs. Sua novela com a Apple começou aos 13 anos, quando ganhou seu primeiro iPod Nano de 8G que ainda reside no âmago de seu coração. Atualmente, tem um iMac e um iPad que, junto de seus amigos e de sua família, são as maiores fontes de alegria de sua pacata vida. Cursando o terceiro ano do ensino médio, o jovem maclover aspira a carreira de arquiteto, desejando trazer muita tecnologia e muitas frutas para a construção civil do futuro. Ama escrever e ler e, por vezes, se aventura no mundo da poesia clássica. O mais novo membro da equipe do iPod School 🙂

+ dicas de aplicativos para iPad

Talking Gina

Quero destacar aqui alguns aplicativos (apps) que não são tão falados, mas que servem, e muito, para um trabalho pedagógico com crianças. 
Hoje decidi escrever especialmente sobre o Talking Gina. Um app free na Apple Store. Trata-se de um aplicativo de uma girafinha extremamente simpática, a Gina. Ela repete tudo o que você fala, com possibilidade de gravar e de postar diretamente no YouTube. É preciso cuidar dela alimentando-a e fazendo carinho!! 😉


Talking Gina

Entre as diferentes interações que se pode ter com a Gina, destaco o jogo de mãos (aqueles que jogávamos quando éramos crianças). No jogo, você deve acertar as mãozinhas (e depois os pezinhos) da girafa de forma correta, trabalhando ritmo de uma forma super interessante e dinâmica. Imagino uma atividade de sala de aula: primeiro jogar o jogo das mãos com a Gina (girafinha) e depois reproduzir os movimentos com os colegas de sala, trabalhando a interação com a tecnologia e depois com os colegas, sendo uma atividade rica e bastante interessante para as crianças.

Aplicativos da Apple Store para iPad

Não é novidade para os que me conhecem que eu gosto muito da Apple.
Trabalho com computadores da Apple desde 2004 quando ganhei meu primeiro iBook, presente do maridão.
Depois disso veio um iMac, um MacBook, um iPod 60gb, um iPod Touch, um iPhone 3G, um iPhone 3GS, um iPhone 4 e, mais recentemente, um iPad  e um iPad 2 (ufa! Nem tinha me dado conta que eram tantos). Todos estes dispositivos foram muito utilizados por mim… Cada um no seu momento! Outra coisa é legal com os produtos da Apple, a gente vende fácil pra comprar a versão mais recente (a gente cuida tão bem que ficam novos, com caixa e tudo).
Ultimamente, tenho utilizado, com mais frequência, o iPhone 4 e o iPad. Este último me serve pra tudo, quase substituindo totalmente o meu computador (inclusive este texto esta sendo escrito no iPad, utilizando o aplicativo Pages da Apple).
Tenho me dedicado a estudar amplamente sobre os aplicativos (apps) disponíveis na Apple Store para a utilização na educação. Existem muitos… Muitos mesmos….
Fico pensando que é uma pena que eu não esteja em sala de aula no momento, pois se estivesse certamente poderia utilizá-los diretamente com os alunos.
Muitos aplicativos já são amplamente divulgados, como é o caso do Pages (editor de texto), do Numbers (planilhas e gráficos matemáticos) e do Keynote (apresentação de slides) que já são clássicos da Apple. Há também o Penultimate (na última atualização está em português) que serve para anotações em forma de cadernos. Existem diversos aplicativos que trabalham com os principais conceitos matemáticos de forma agradável, lúdica e efetiva, destaque para o Rocket Math. Com ele é possível trabalhar desafios matemáticos com as quatro operações.
Por hoje é isso…

iPad 2

Se você perguntasse a um pai, ele poderia chamá-lo de INTUITIVO.
Se você perguntasse a um músico, ele o chamaria de INSPIRADOR.
Para um doutor, de INOVADOR.
Para um presidente de empresa, PODEROSO.
Para um professor, ele é o FUTURO.
Para uma criança, ela o chamaria de MÁGICO.
E se você perguntasse para nós, diríamos que este é só o começo.